Google+

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Eu fiz um soufflé!!! :D



Há epifanias que dão certo, mark my words!

Uma das minhas epifanias das férias foi fazer um doce, não um doce qualquer, mas sim, um doce daqueles que é o tira teimas de qualquer mãequegostavadeserchef !

Decidi... (rufar dos tambores)... fazer soufflé de chocolate!!

Primeiro impasse:

Não tenho forno para fazer soufflé...é verdade, o meu forno simplesmente não consegue fazer soufflé porque não fecha a porta completamente, o que faz com que perca temperatura...e isso meus amigos...é o segredo dos soufflés como toda a gente já ouviu.

Mas eu não desisti! Estava na altura de seguir uma receita à séria e perceber exactamente os passos para o fazer.

Primeiro, para fazer um soufflé, seja doce ou salgado, convém conhecer as regras básicas e obrigatórias, que são elas:

Forno quente, aquecido 10 minutos antes;
Não abrir a porta nos primeiros 10 minutos;
Seguir à risca todas as quantidades e passos da receita (um problema para mim);
Não usar forno ventilado. (errei aqui, viram já estão a ganhar pelo meu erro :D );
Usar mais claras que gemas e batê-las em castelo de maneira a nem se mexerem;
Os soufflés são bonitos quando saem do forno, têm um factor WOW  maravilhoso junto dos amigos, mostrem-lhes nessa altura, 2 minutos depois o ar começa a sair e eles baixam...é a vida!

Mas digo-vos que aqueles 2 minutos encheram-me as medidas! :)

Agora vamos ao que interessa, a receita! Retirada do livro 12 meses de cozinha (a minha bíblia).

Ingredientes:

100 gr de chocolate à escolha
75 gr de açúcar
1 colher de chá de farinha
25 gr de fécula de batata que eu troquei por maizena
2,5 dl de leite
30 gr margarina ou manteiga
3 gemas
5 claras


Como fazer:
Foi a primeira vez que fiz um soufllé de chocolate e tive que ir até à casa da mãe para o fazer, lá havia um forno jeitoso com uma porta que fechava. Vou-vos dar os passos exactamente como eu os fiz, porque são vários passos e eu acho que convém ter tudo pronto. Desta vez tinha uma sous chef a ajudar-me, perfeito, deu uma ajuda preciosa!

Vamos lá sem medos:

1- Medições e Preparações
Comecem por medir e separar todos os ingredientes para os terem logo à mão.
Agora juntem as farinhas a um pouco de leite frio para as dissolverem, reservem.
Juntem o resto do leite com o açúcar, levem ao lume e deixem levantar fervura.
Ao mesmo tempo derretam o chocolate em banho maria com 1 colher de água quente. Eu usei chocolate preto 70% cacau, reservem.

2- Formas Ramekin
Para fazer soufflé existem umas formas próprias chamadas ramekin, são formas de cerâmica para doses individuais, utilizei 3 formas dessas e uma grande para o que sobrou. Untem-nas com margarina ou manteiga, bem untadas.

3- Hora de misturar
Juntem o leite que ferveu à mistura de chocolate, juntem também as farinhas dissolvidas no leite, levem a lume baixo e deixem engrossar, assim que vos parecer que vai ferver retirem logo. Dica: Estejam sempre a mexer neste processo, a última coisa que querem é que pegue ao fundo e queime o chocolate ou as farinhas.


Aqui tive ajuda, enquanto mexia para não pegar o chocolate, foram divididas as gemas das claras e foram batidas as claras em castelo. Ainda bem que trouxe a minha varinha mágica que já vos tinha falado anteriormente da Moulinex, a Slim Force, levei-a com intuito de fazer maionese (que não fiz...) e acabámos por bater as claras com a vara de arames, posso-vos dizer que foi num instante e ficaram top, super firmes e cheias de ar.
Quando o chocolate já tiver engrossado juntem a manteiga aos bocados e misturem, juntem também as gemas e mexam para incorporar.

4- Pózinhos de Perlimpimpim
É altura de fazer magia, juntem cuidadosamente, as claras em castelo, o truque é com um salazar envolverem de baixo para cima as claras. Se misturarem com muita força ou baterem, vão perder todo o trabalho que fizeram anteriormente porque vão lhes retirar todo o ar.



5- Forno e fazer figas
Agora que as claras já estão envolvidas podem distribuir pelas formas e colocá-las no forno!
Agora é que é! Forno a 200 graus, sem ventilação, nos primeiros 10 minutos livrem-se de abrir a porta! Passados 10 minutos podem aumentar um pouco a temperatura e ficam mais 20 minutos.



Agora vamos à parte que eu fiz mal, para vocês não fazerem também!:
Pus o forno ventilado nos primeiros 10 minutos, eles cresceram bem, mas acelerou a cozedura, portanto os meus só ficaram 20 minutos no forno e ainda saíram um pouco tostadinhos em cima.

Por dentro estavam exactamente como eu queria, mal cozidos tipo mousse e por fora fofos e crocantes.

Outra coisa, querem mostrar ou tirar fotografias, tirem logo assim que os retiram do forno! Aqui nas fotografias já os tinha tirado há 5 minutos, perderam 1/3 da sua altura, estavam todos por fora da forma, mas a intenção está lá!



Agora que já sabem, não tenham medo e experimentem que vai valer imenso a pena!! :D

Sweet&Salty



1 comentário:

  1. Garanto que estavam ótimos!
    A "chef" ficou aprovada com distinção!

    ResponderEliminar