Google+

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Nos entretantos



Eis que nos entretantos nos entra outra criatura pela vida, a mais pequena decidiu chegar mais cedo e com ela trouxe todo o mundo dos bebés que já tínhamos dado por esquecido!
Veio mais cedo mas cheia de garra e vida, agora com um mês e meio já nos presenteia com sorrisos e alguns sons mais queridos que o mero grunho de chewbacca :)


(este post parou aqui...ela fez 5 meses entretanto....)

É verdade...passaram 4 meses e só consegui escrever aquilo.
A criatura é adorável indeed mas duas criaturas tornam tudo o que fazes muito mais querido e demorado!

Não há muita margem de manobra para inventar nos dias de hoje, no que diz respeito à comida, mas sou agora uma pessoa muito mais eficiente e inteligente a cozinhar!

Ora vejamos:

1
Não há sobra que fique no frigorífico sem ser posteriormente utilizada...é verdade...só não não aproveito as cordas do chouriço.....ainda... :D

2
Descobri as maravilhas dos ovos, eu que não lhes ligava nenhuma, sou agora a sua maior defensora! Ele é bacalhau à brás, omeletes, salsichas com ovos mexidos...etc.
Salvam-me literalmente refeições.


3
SOPAS! Sopas.... essa coisa sem graça, mas que nós nunca revelamos às criaturas, vendemo-las como a melhor coisa do mundo....bullshit...MAS....uma sopinha um ovo escalfado e um bocadinho de queijo...estão a ver onde quero chegar? Pronto e se quiserem ser muita malucos fazem um bocadinho de croutons caseiros para aproveitar aquela carcaça que já nem serve para torradas!

4
Outra coisa que tem resultado tem sido fazer mais carne picada de uma vez e preparar dois pratos ou por exemplo fazer carne à bolonhesa e ficar logo com carne para uma lasanha. Isto também ajuda muito, até porque são refeições que se podem congelar e acabar depois no forno. Confesso que não costumo congelar só por não ter espaço.

5
Bacalhau desfiado:....tipo...espectáculo...!
Dá para fazer arroz de bacalhau....que é assim delicioso...e só precisam de usar metade da covette porque rende imenso, com o resto faço bacalhau à brás, mas sinceramente não tenho jeito nenhum para o fazer :(


E é isto, estão a ver não estão... :)
No meio do caos que é habituar a outra rotina toda nova, tem sido espectacular e as duas criaturas são um miminho, (apesar de muitas vezes o mai velho  me tirar completamente do sério e não parar quieto um segundo que seja) e estão a crescer a olhos vistos (a caixa enorme que enchi só de roupa que não serve aos dois que o diga).

A mai pequena  já se iniciou nas iguarias e já come papa, por daqui a uns dias experimenta as sopas (estou-me a preparar com um fato de corpo inteiro, já que esta é das que espirra e faz brr brr...), o mai velho começou a fase do não quero, não quer experimentar nada e acha que tudo o que não conhece são aliens que o vão matar. Mas entretanto com muito esforço lá prova e até gosta....

Se antes estava tudo com muita fome para tirar fotografias, hoje em dia (já conseguimos estar todos à mesa ao mesmo tempo...vá lá!)...simplesmente há coisas bem mais fixes do que tirar fotografias! :D

Mas fica a tarte de chocolate que inventei e fica a receita!


200gr de chocolate preto
200gr de amêndoa fatiada
mel q.b.
sal (a gosto/opcional)
200gr bolacha maria
manteiga (a olho)

Primeiro façam a cobertura da tarte:
Espalhem a amêndoa num tabuleiro com papel vegetal e deitem mel por cima e uma pitada de sal. vai ao forno 5 minutos só para dourar e reservem a arrefecer.

Depois façam a base da tarte com a bolacha maria picada e manteiga. Vão juntando a manteiga derretida até conseguirem fazer uma pasta, a quantidade é a olho.

Cubram a tarteira com o preparado de bolacha moldando-a com os dedos, coloquem no frigorifico até precisarem dela novamente.

Derretam o chocolate em banho maria devagar devagarinho, só chocolate sem mais nada, convém ser um bom chocolate.

Vão buscar a tarteira com a base de bolacha e juntem o chocolate. Agora é só partirem aos bocados a amêndoa com mel e sal e colocarem por cima do chocolate.

Vai tudo ao frio e de preferência façam ou de manhã para servir à noite ou de um dia para o outro.
Assim o chocolate fica bem firme bem como a base de bolacha.

O último passo é fecharem-se na cozinha e comerem às escondidas dos vossos filhos :D


Sweet&Salty

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Almôndegas recheadas com queijo :)

O outro dia fizeram-me um desafio, eu cá gosto de desafios, só preciso é de tempo, mas não sou muito boa depois a gerir o tempo lol

Desafiaram-me a fazer almôndegas com queijo por dentro, e eu achei que um dia em que chegava a casa as 7 e meia podia ser um bom dia para as fazer. Podia fazer num fim de semana, enquanto há tempo, mas não, vamos fazer a um dia de semana.

Aliás vamos fazer num dia de semana em que chegamos tarde, em que a barriga já está tão grande que não consigo ver o conteúdo do tacho que está na boca mais longe do fogão e ainda...vamos fazer num dia em que a better half tem que ficar a trabalhar e não pode ajudar!!!

Yeahhh vamosssss....podia ser diferente...podia...mas não era a mesma coisa...

Bom...ficaram óptimas avanço já! e ninguém morreu nem se queimou nada!

Primeiro fiz a viagem ao telefone com a minha mãe onde ela me jurou que a coisa era simples de se fazer "Não te preocupes é facílimo!" recordo-me que foram mais ou menos estas as suas palavras....voltei a lembrar me delas quando pus a primeira almôndega na panela....

E é uma receita simples sem dúvida que é, precisam é de não largar as bichas por um segundo!!!

Ora para 9 almôndegas usei:

400gr de carne picada
raspa de meio limão
sal a gosto
1 cebola
4 dentes de alho
miolo de pão ou pão ralado
leite
farinha
1 ovo

Para o molho:
polpa de tomate
vinho branco

Comecem por fazer a mistura da carne, eu usei a mesma receita do rolo de carne. Piquem a cebola e o alho, reservem uma colher de sopa do mesmo, o resto deitem no tacho para refogar. Juntem a carne, o ovo a raspa de limão, o pão, a colher de sopa com cebola e alho  num recipiente, amassem tudo, vão deitando um pouco de leite, o suficiente só para ligar a carne.
Assim que conseguirem fazer bolinhas de carne relativamente firmes a mistura está pronta. Podem fazer bolas com um quadradinho de queijo lá dentro.



Passem por farinha e sacudam muito bem a farinha.

Parêntese:
Se tiverem convosco uma criatura de 3 anos, NÃO a deixem brincar com a farinha e com as bolas de carne. Vão se arrepender....juro.

Ponham o refogado ao lume, quando a cebola começar a ficar transparente juntem a polpa de tomate e o vinho branco a gosto, conforme querem mais ou menos molho.

Deixem ferver 5 minutos, baixem o lume e com cuidado juntem as almôndegas uma a uma bem sacudidas da farinha!




Parêntese:
Se não sacudirem bem a farinha o molho vai engrossar demasiado e vai tudo colar ao fundo da panela....acreditem....

Até aqui a coisa estava a correr tal qual a mãe tinha dito, não fosse a criatura ter despejado a farinha em cima das almôndegas e eu com a pressa não ter sacudido o suficiente, logo elas engorrossaram o molho e sim assim que entraram pegaram um bocadinho.

Mas vá...bolinhas dentro da panela com molho o truque meus caros é: abanem o tacho para elas rolarem sobre si mesmas e não pegarem, e, com uma colher de pau vão verificando se o molho não pega ao tacho!

Consegui destruir só uma, o que acho que foi bastante bom. Elas demoram 15 minutos a cozer dentro do molho, se virem que o molho está a engrossar deitem um pouco de vinho ou de água e a coisa resolve-se.





Não tenho fotografias do estado em que a cozinha ficou depois da criatura ter despejado farinha em cima de tudo, eu juro que achei que era uma boa actividade pedagógica, deve ter sido, só não foi foi bom para eu limpar depois.

Como não pude sair de ao pé delas, só depois é que fiz tudo o resto cozer a massa, dar banhos, etc etc

Elas aguentaram bem com o tacho tapado e realmente é muito bom...mas é melhor num fim de semana em que haja gente para tomar conta da criatura e mais tempo para fazer tudo com mais calma :)

ps: nao pus muito queijo com medo que saísse todo para fora, podem por muito mais! ;)

Sweet&Salty

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A abrir caminho para o Natal

Nos dias que correm, têm sido vários os dias a comer fora de casa, ora por ter que ir comprar prendas de Natal, ora por ter que ir ao supermercado, ora porque a barriga já está grande e não me apetece fazer nada de jantar :)

Adoro o Natal, confesso. Desde pequena, adoro o quetinho da lareira, adoro estarmos todos juntos, há quem não lhe dê muito valor, mas para mim, que venho de uma familia grande, estarmos juntos nem sempre é possível e os momentos em que isso acontece é de aproveitar. Também não sou contra as prendas, sou contra o consumismo desenfreado sem razão, mas adoro comprar prendas para as minhas pessoas e odeio comprar prendas só porque sim.

Mas defenitivamente o que mais gosto do Natal é de estar à mesa. É da azafama dos pratos a rodarem, do cheiro das couves, do cheiro da canela das fatias douradas da minha mãe. Agora, dos miúdos a correr e da mesa dos miúdos, do café prolongado que enrola conversas. Gosto disso tudo.

E gosto especialemnte de me ir lembrando disso para não esquecer, cada um dos Natais.

Este ano quero ver se faço fatias douradas em casa, tem que ser, não há Natal sem fatias douradas! :)

Até chegar ao Natal vou tentando redimir a comida de centro comercial que tenho andado a por para dentro :P

Este fim de semana fiz um pedido especial e uma alma caridosa fez-me um dos pratos que mais gosto, por sinal, super simples e saudavel.

Caldeirada de Raia

Fotografia: http://cozinharsemstress.pt/cozinhar/receitas/caldeirada-de-raia/

Porque a caldeirada pode ser do peixe que vocês quiserem sabem? E porque não fazer daquele que eu mais gosto! :D

É só pedirem para arranjar a raia para caldeirada e eles cortam-na em bocados pequenos.

Para fazerem tudo isto para 4 pessoas precisam de:

1,500gr de Raia
batatas às rodelas
cebolas às rodelas
1 pimento às tiras
1 lata de tomate pelado
vinho branco
azeite

Depois de terem tudo cortado como diz acima, só precisam de num tacho juntar tudo às camadas:
uma de cebola, uma de tomate, uma de pimentos e uma de peixe, e repetir até acabar e irem temperando com sal. No fim coloquem o azeite a gosto e vinho branco, deve quase cobrir o preparado....quase...não tudo, porque tudo isto vai largar caldo.

Depois é só esperar que tudo coza e desfrutar de uma bela refeição saudável e saborosa!

Assim abrimos caminho para o Natal, este ainda mais especial :)

Até lá espero ainda vos deixar as minhas fatias douradas eheheh :D

Bom Natal!!
Sweet&Salty